Porno Caseiro Delicioso Novinha Mulata Comendo Do Seu Marido Corno De São Paulo

1 min 0 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

1 min 0 seg

Categoria:

Tag: , ,

Porno Caseiro Delicioso Novinha Mulata Comendo Do Seu Marido Corno De São Paulo

Porno Caseiro Delicioso Novinha Mulata Comendo Do Seu Marido Corno De São Paulo

O tio Del ( Delço, meu irmão e pai da Flávia) está comendo a Flavinha a muito tempo, foi ele que tirou o cabaçinho da filha!Você pensa que sabe de tudo, que é cheio de experiência e a vida te surpreende mais ainda e você sempre quebra a cara!Bom filha, se você quer e tem certeza do que está pedindo vamos resolver isso. Quando eu já estava acostumada com a idéia do caseiro me fudendo pedi pra ele para deixar eu sentar no pau dele, e ele adorou a idéia, eu sentei pulei, cavalguei, e ele gozou.

"Ela deu um gritinho, dizendo baixinho que não acreditava naquilo e que estava delicioso…eu beijava a parte interna de suas coxas.

Essa historia aconteceu quando tinha 23 anos com uma garota que conheci na internet chamada Camila(18 anos), ela mulata, 160cm, lábios grossos, peitos pequenos, bunda enorme.

Ele pediu algumas bebidas, colocou um filme pornô e começou a fazer uma massagem em mim, quando menos espere ele estava chupando a minha buceta lisinha.

Desde quando eu era bem novinha, que comecei a me tocar, nas minhas partes intimas descobrir o que era sentir prazer, ai eu comecei a usar roupas curtas, para me exibir e mostrar todo o meu potencial feminino, deixando os meninos loucos de tesão por mim e foi num final de semana com feriado prolongado, que os meus pais foram viajar e para não ficar sozinha, eu fiquei na casa da minha irmã Mara, que era a irmã do meio, como eu só usava roupas curtas, acabei provocando o seu marido ao ponto de deixa ló doidinho por mim. Fui embora com o cheiro daquela buceta na minha boca, minha mão e no mau pau!! Inesquecível!!empregada junto com minha irmã e a empegada, eles me amarraram e me jogaramEntao daquele dia endiante sempre que ela dava pro vizinho ou outro homem ela me contava enquanto eu a comia, um dia ela deu para um mecanico de maquina de lavar e deixou eu ver, aí eu fiz questao de pegar no pau do cara e meter na buceta dela enquanto ela me chamava de corno e me beijava com a boca com gosto de pau.

Então, fez como o marido sugeriu. ˝Quando passar no vestibular serei sua˝, havia confessado isso a Paulo.